MESAS REDONDAS

1. A produção do conhecimento geográfico no início do século XXI

Dia 10 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Auditório(UNESP)


O conhecimento geográfico torna-se cada vez mais complexo. Novas conjugações de forças entre os grupos que o produzem, novas tecnologias, a ampliação do sistema de pós-graduação no Brasil, por exemplo, são elementos consideráveis na formulação de novos conceitos e na reformulação do corpo teórico da Geografia.

JOÃO OSVALDO RODRIGUES NUNES (UNESP-PP-COORDENADOR)

Currículo Lattes

PAULO CESAR DA COSTA GOMES (UFRJ)

Currículo Lattes

DIRCE MARIA ANTUNES SUERTEGARAY (UFRGS)

Currículo Lattes

MANOEL FERNANDES DE SOUZA NETO (USP)

Currículo Lattes

2. Estado, nação e território. Diferentes dimensões para a análise geográfica

Dia 10 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Anfiteatro I(UNESP)


A Geografia Política e a Geopolítica são campos do saber que auxiliam na compreensão das formas que o poder se manifesta no território brasileiro. Suas fronteiras, os programas de ação dos governos, a apropriação dos recursos naturais, a organização dos grupos de interesse, entre outros, são aspectos importantes para sua análise.

SAQUET (UNIOESTE-COORDENADOR)

Currículo Lattes

WANDERLEY MESSIAS DA COSTA (USP)

Currículo Lattes

INÁ ELIAS DE CASTRO (UFRJ)

Currículo Lattes

ANA CRISTINA DE ALMEIDA FERNANDES (UFPE)

Currículo Lattes

3. A produção da cidade. Diferentes momentos e ações

Dia 10 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Auditório(Diretoria de Ensino)


As dinâmicas econômico-sociais que atuam na reestruturação da cidade; os fluxos de pessoas, mercadorias e informações que redefinem a rede urbana; as diferentes possibilidades de consumo e a localização das atividades econômicas, são recortes para se compreender a produção da cidade, do ponto de vista espacial e do ponto de vista histórico.

MARIA ENCARNAÇÃO BELTRÃO SPOSITO (UNESP-PP-COORDENADORA)

Currículo Lattes

JAN BITOUN (UFPE)

Currículo Lattes

JOSE BORZACCHIELO DA SILVA (UFC)

Currículo Lattes

JOSÉ ALDEMIR DE OLIVEIRA (UFAM)

Currículo Lattes

4. A cidade e o campo: ambiente e sociedade

Dia 11 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Auditório(UNESP)


Análise e ação, cidade e campo. Esses pares dialéticos são fundamentais para mostrar a importância da Geografia no entendimento do espaço e dos territórios brasileiros.

BERNARDO MANÇANO FERNANDES (UNESP-PP-COORDENADOR)

Currículo Lattes

DENISE ELIAS (UECE)

Currículo Lattes

SEDEVAL NARDOQUE (UFMS-TRÊS LAGOAS)

Currículo Lattes

ARLETE MOYSÉS RODRIGUES (UNICAMP)

Currículo Lattes

5. As políticas de Estado e as ações no ensino de Geografia

Dia 11 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Auditório(Diretoria de Ensino)


O Estado brasileiro, em momentos de euforia ou de crise, exerce forte papel na elaboração de políticas públicas voltadas para o ensino. Um dos programas é o PNLD. Qual seu papel nos ensinos fundamental e médio?

ARTHUR MAGON WHITACKER (UNESP PP-COORDENADOR)

Currículo Lattes

LANA DE SOUZA CAVALCANTI (UFG)

Currículo Lattes

Helena Copetti Callai (UNIJUI)

Currículo Lattes

ROSSELVELT JOSÉ SANTOS (UFU)

Currículo Lattes

6. Políticas Públicas e gestão de recursos hídricos

Dia 11 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Anfiteatro I(UNESP)


Os recursos naturais tornaram-se, no momento, importantes focos do debate geográfico por causa da crise hídrica que assola o Estado de São Paulo. Não sendo novidade em outras áreas do Brasil, o uso e a conservação da água precisam ser focados para que os geógrafos tomem posição e proponham estratégias de ação para a sociedade brasileira.

ANTÔNIO CESAR LEAL (UNESP PP-COORDENADOR)

Currículo Lattes

WAGNER COSTA RIBEIRO (USP)

Currículo Lattes

Drª. MARIA DA GLÓRIA FABREGAT RODRIGUEZ (IEA /CIENFUEGOS)

CLAUDIO DI MAURO (UFU)

Currículo Lattes

7. Pós Graduação na América Latina

Dia 12 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Anfiteatro I(UNESP)


O sistema de pós-graduação brasileiro é amplo e conta com fortes investimentos em bolsas e custeio; avalia os programas de doutorado e mestrado. Tornando-se hegemônico na América Latina, precisa ser analisado perante as diferentes iniciativas que fortalecem a produção do conhecimento e a formação de recursos humanos em todo o continente.

ROSÂNGELA AP. DE MEDEIROS HESPANHOL (UNESP-PP-COORDENADORA)

Currículo Lattes

EUSTÓGIO CORREIA DANTAS - (UFC)

Currículo Lattes

FEDERICO ARENAS VÁSQUEZ (PUC CHILE)

DIANA LAN (UNCPBA) – ARGENTINA

8. A diversidade das práticas sociais: do indivíduo ao coletivo

Dia 12 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Auditório(Diretoria de Ensino)


Um panorama da Geografia cultural contemporânea, em seus contextos específicos de produção. Principais conceitos e temáticas. Formas como a cultura têm sido abordadas pela Geografia: afinal, quais são as inter-relações entre espaço e cultura? É importante analisar diferentes perspectivas por meio de seus pontos de vista e suas formas de ler a cultura pelas lentes da ciência geográfica.

NÉCIO TURRA NETO (UNESP PP-COORDENADOR)

Currículo Lattes

EDUARDO MARANDOLA JUNIOR (UNICAMP)

Currículo Lattes

SCOTT WILLIAM HOEFFLE (UFRJ)

Currículo Lattes

JOSELI MARIA SILVA (UEPG)

Currículo Lattes

9. Políticas Públicas, vulnerabilidade e gestão de riscos

Dia 12 de outubro    Horário:8h30 às 12h    Local:Anfiteatro I(UNESP)


O espaço é produzido por meio da ação dos agentes públicos e das pessoas, individualmente ou em grupo. Para ser produzido, a localização das atividades interfere e sofre interferência das forças naturais. Assim, sociedade e natureza não formam vetores isolados na produção do espaço, mas se inter-relacionam diretamente em todos os momentos de sua ação. Como isso é visto pelos geógrafos no início do século XXI?

PAULO CÉSAR ROCHA (UNESP PP - COORDENADOR)

Currículo Lattes

NELSON FERREIRA FERNANDES (UFRJ)

Currículo Lattes

CLEIDE RODRIGUES (USP)

Currículo Lattes

VALDIR ADILSON STEINKE (UNB)

Currículo Lattes

10. A pós-graduação no Brasil: Perfil, desafios e possibilidades

Dia 12 de outubro    Horário:15h às 17h    Local:Auditório(UNESP - Presidente Prudente)


Com mais de meia centena de programas de pós-graduação, nos níveis de mestrado e doutorado, a Geografia brasileira fala por si. Com mais de dez mil teses e dissertações defendidas, com a interação entre pesquisadores, orientadores e pós-graduandos, a produção do conhecimento merece ser observada por seus números e suas interações, por sua dimensão quantitativa e suas qualidades.

ELISEU SAVÉRIO SPOSITO (PRESIDENTE DA ANPEGE)

Currículo Lattes